Como fazer uma live?

homem segurando celular fazendo videoconferência

A transmissão ao vivo é hoje um pré-requisito para eventos online de sucesso. Fazer uma live não é uma tarefa tão simples, apesar de muitas redes sociais disponibilizarem ferramentas para tal. E com a chegada dos eventos virtuais, é importante que ela seja bem feita e organizada para oferecer uma boa experiência ao público. Neste artigo vamos falar sobre:

Live em redes sociais

Ultimamente as redes sociais que mais bombam são o Instagram, Facebook e Youtube, e uma boa parte da população tem uma conta e as usam diariamente.

Através das lives é possível aumentar o alcance dos seus conteúdos, gerar leads qualificados, engajar o público e interagir com ele. Mas não é só isso: na maioria dos casos, fazer uma live em redes sociais exige pouco investimento, algo bem interessante se pensarmos no potencial de resultados que uma ação desse tipo pode gerar

Usando as redes sociais, você não apenas promove seu evento, mas também atrai seguidores e engajamento para seus perfis – independentemente da rede. Por isso mesmo, é importante considerar a integração de mais de um canal, seja no plano de divulgação ou mesmo no momento da transmissão. Por exemplo: é possível promover uma live no Youtube e compartilhar alguns trechos pelo Instagram Stories.

Porém, é necessário entender que cada rede social tem suas características próprias e diferentes recursos que podem ser usados. Vamos conhecer um pouco mais sobre esse tipo de evento no Instagram, Facebook e Youtube.

Como fazer uma live no Instagram

Segundo uma pesquisa da Statista, em 2020 o Instagram contou com 1 bilhão de usuários ativos, o site Opinion Box entrevistou mais de 2 mil brasileiros no ano de 2021, e essa pesquisa mostrou que 84% dos entrevistados acessam a rede pelo menos uma vez por dia.

De lá para cá, esse número vem subindo e essa ferramenta de transmissão ao vivo do Instagram é responsável por uma porcentagem disso.

Muitas empresas e artistas já usam o livestreaming no instagram como uma forma de estreitar a relação com seus seguidores, já que essa rede é a mais indicada para conversas informais e simples, gerando a identificação com o público.

As transmissões que anteriormente possuíam um limite de 60 minutos, agora podem ser feitas durante 4 horas contínuas e com mais 4 pessoas.

Outra coisa que deve ser destacada é que o alcance da rede depende de sua base de seguidores, podendo ser grande ou pequeno. E quando entrar ao ar, você ainda pode notificar pessoas específicas de que a sua live está rolando. Além disso, é possível que se interaja com curtidas e comentários.

Porém, uma desvantagem que deve ser comentada é o fato de que essa ferramenta só pode ser usada de forma homologada pelo celular, e não existem dados para serem analisados ao final da sua transmissão.

O lado positivo é que iniciar a sua live é muito simples, basta deslizar a sua tela para a direita. Você irá se deparar com algumas opções na parte de baixo da tela. Deslize até encontrar “live” e clique no ícone.

Após a checagem da conexão, seus tempo começa a contar. Durante o livestreaming, é possível ver quantas pessoas estão assistindo e quem acessou o seu programa.

Após o final da sua transmissão, o vídeo pode ficar salvo por até 24 horas, e caso você queira deixá-lo no seu perfil, isso pode ser feito pelo IGTV com algumas edições para respeitar o limite de 10 minutos da ferramenta.

Como fazer uma live no Facebook

O Facebook também é uma das redes sociais mais utilizadas quando estamos falando de transmissões ao vivo e com destaque para a possibilidade de realizar livestreamings em grupos, o que ajuda a segmentar o seu público.

O tempo de transmissão pode chegar em até quatro horas e o vídeo ainda fica salvo na sua página. E para dar início a sua transmissão ao vivo, basta ir na sua página ou perfil, acessar o compartilhamento de status e selecionar “Vídeo ao vivo”. Fácil, não é?

Outro ponto marcante da plataforma são as métricas que ficam salvas. Elas não são muitas, mas podem ser importantes para o seu pós-live.

Como fazer uma live no Youtube

Quando falamos de lives, o Youtube pode ser considerado um dos pioneiros neste assunto, já que oferece esse recurso desde 2008. Nele, é possível fazer transmissões pelo celular, pelo computador e através da própria plataforma. Elas podem, inclusive, ser programadas com antecedência.

O Youtube é ideal para lives mais profissionais e informativas, uma vez que possui mais recursos que qualquer outra plataforma atualmente. Por ser uma ferramenta nativa para hospedagem de vídeos, é a mais completa no que diz respeito a  métricas e funções de fácil navegação, como a inserção de cards na tela, possibilidade de doação em dinheiro, chat ao vivo moderado. Isso sem falar que as transmissões de até 12 horas ficam salvas no seu canal.

Um ponto que pode fazer a diferença é a possibilidade de testar a performance da internet antes de iniciar a transmissão. A plataforma vai te ajudar a testar a conexão para que não ocorram imprevistos ao vivo. 

Além disso, é possível fazer conexão com ferramentas, por exemplo, Obs Studio que permitem a transmissão em duas plataformas simultaneamente.

Assine nossa newsletter gratuita

Receba os melhores conteúdos sobre eventos diretamente no seu email

Lives usando ferramentas de transmissão

As redes sociais são de fato as plataformas mais populares para realização de lives, porém, elas também podem ser feitas através de ferramentas de transmissão. Zoom e StreamYard são as mais conhecidas. Conheça um pouco mais sobre elas:

Zoom

O Zoom é uma plataforma de videoconferência em que é possível fazer e gravar transmissões de áudio e vídeo. Ele possui o plano gratuito que permite lives de até 40 minutos com capacidade máxima de 100 pessoas. Há outros planos pagos com mais recursos que podem ser explorados.

Ainda pode ser integrada com o Facebook e o Youtube permitindo que seu alcance seja muito maior. Além disso, a ferramenta é muito simples de usar.

Uma das soluções dessa plataforma é a possibilidade de desativar o microfone dos participantes, o que acaba ajudando em situações que o palestrante ou participante precisa falar sem interrupções.

A ferramenta pode ser usada para webinars, transmissões, salas e espaços de trabalho e pode até mesmo implementar aplicativos externos à partir do Marketplace do Zoom.

Ele permite que você possa reagir durante a videoconferência, mandar mensagens no chat, compartilhar a sua tela e fazer gravações. Além disso, é disponibilizado um “quadro branco” para demonstrações e anotações, podendo abrir 12 ao mesmo tempo.

Streamyard

O Streamyard é uma plataforma que permite a transmissão de eventos online e lives. Com ela é possível transmitir no Facebook, Youtube e no LinkedIn.

Possui plano gratuito e pago, cujo preço varia com base no tempo de transmissão e no número de participantes. Ele possui diversas funcionalidades que podem deixar a sua live mais profissional, assim como possibilita a liberdade de gerenciar o básico de um evento.

Durante a transmissão também é possível que sejam usados banners personalizados, com modelos da própria plataforma, assim como os botões de ação também são customizáveis.

E se você quer um pouco mais de profissionalismo e diversão, o Streamyard possibilita que o fundo de tela seja personalizado. São muitas funções para que o seu evento proporcione a melhor experiência possível.

Para facilitar o compreendimento, separamos um vídeo sobre como iniciar uma live nessa ferramenta. Ele está em inglês, mas as legendas podem ser acionadas caso necessário. Confira: 

Para escolher a solução ideal para o seu evento é necessário levar em conta o tamanho do evento pretendido e quais recursos são mais interessantes e necessários para a programação criada.

Se pretende fazer um evento mais profissional, recomendamos o Streamyard, mas se a ocasião pede algo mais simples e com menos pessoas, aposte no Zoom.

Como fazer uma live usando uma plataforma de eventos

Contratar uma plataforma de eventos para fazer uma live pode te ajudar – e muito – a organizar um evento online. Elas atuam como uma solução all in one, ou seja, tudo no mesmo lugar. 

Diferentemente das redes sociais, essas soluções oferecem muito mais controle ao organizador da live ou do evento, seja ele híbrido ou online. 

Com uma plataforma de eventos você pode fazer o credenciamento e coleta dos e-mails antes da live começar. Só aí você já tem acesso a informações básicas dos participantes, como nome e endereço de e-mail. Isso permite que você estabeleça um ponto de contato com seu público e execute uma estratégia de envio de e-mail – desde que o usuário aceite receber suas mensagens, é claro.  

Há ainda atributos como a moderação do chat, a criação de enquetes durante a live e envio de pesquisa de satisfação no final. Tudo isso torna a experiência da sua audiência muito melhor.

Porém, o maior diferencial é a riqueza dos dados disponibilizados, desde a inscrição até o pós-evento. Usando uma plataforma de gestão de eventos é possível ter um dashboard com diversas métricas de engajamento e comportamento da audiência, como tempo de participação, interações, perguntas enviadas, enquetes respondidas, entre outros….

Como organizar uma live de sucesso

A organização de uma live é semelhante a de um evento online, são basicamente os mesmos passos e premissas. E para organizar uma live de sucesso é importante se ater às etapas principais. 

Pré-live

Nessa etapa de pré-live devemos considerar o tema central que irá chamar e prender a atenção do seu público. É importante também que seja definida a persona e o objetivo do evento.

Também podemos considerar os palestrantes que serão convidados e todas as outras decisões básicas a serem tomadas, como horário, data e plataforma.

E no dia da live, é importante testar todos os equipamentos que serão utilizados, sejam celulares, computadores ou aparelhos externos. Isso minimiza as chances de um imprevisto ou problemas técnicos durante a transmissão.

Veja a seguir, os equipamentos necessários para começar a sua transmissão:

4 Itens para se atentar antes da live

Quando falamos de lives é importante que elas tenham uma boa qualidade e isso vai depender dos periféricos usados no seu computador.

Em redes como Youtube e Facebook, em que as lives podem ser feitas tanto pelo celular quanto pelo computador, a qualidade dos equipamentos é muito importante.

Veja o que deve ser levado em conta na sua live:

Conexão

Quem irá transmitir precisa ter certeza de que sua internet está boa o suficiente para que não prejudique o áudio, a imagem e a experiência durante a live. É essencial que sejam feitos testes para ter certeza de que a conexão está estável.

Imagem

Os eventos online podem ser transmitidos pela câmera do celular ou computador, que nem sempre têm a melhor qualidade de imagem. Para projetos de longo prazo é interessante investir em uma webcam externa que pode agregar mais qualidade à transmissão.

Áudio

A qualidade do áudio da transmissão vai depender do local em que se encontra e do microfone usado. O lugar deve ser silencioso e sem eco, enquanto o microfone pode ser o de fones, do próprio dispositivo ou um externo.

Iluminação

Dependendo da iluminação podemos definir o lugar onde a transmissão será realizada. Ela não pode estar nem muito forte e nem muito fraca. É importante que sejam realizados testes para que o visual fique agradável.

Divulgue sua live

O plano de marketing da live é muito importante, assim como toda a comunicação e conteúdo criado. Com ele é possível atrair mais pessoas interessadas no tema da sua transmissão.

E não é por que se trata de uma live em rede social, ferramenta de transmissão ou plataforma de eventos que não são necessárias boas estratégias de comunicação, como circulação de e-mail marketing, anúncios e postagens voltados para seu público-alvo. 

Um diferencial das plataformas de eventos em relação às redes sociais é que elas já possuem funções que auxiliam na divulgação. Por exemplo, a possibilidade de criar um hotsite exclusivo e enviar e-mails para os inscritos no seu evento ou live.

No Instagram e Youtube é possível  marcar lembretes e agendar quando irá ao ar. Assim, os seguidores recebem um aviso quando você estiver ao vivo.

Lembre-se que é importante deixar os comentários ativos para que o público possa interagir com você durante a transmissão. E não se esqueça de que a live não acaba depois de encerrada, o pós-evento também faz parte dela!

Seja qual for o formato, live ou evento, o planejamento é basicamente o mesmo para ambos. E para te ajudar a planejar todos os detalhes, nós preparamos um checklist de eventos online. Baixe gratuitamente e faça eventos memoráveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *