Networking online: dicas e muito mais

networking online

O networking é um termo muito conhecido no mundo corporativo. Sua tradução literal é uma “rede de contatos”, sendo exatamente isso o que significa: a prática de cultivar relações profissionais. E neste artigo vamos falar sobre: 

Networking online: o que é?

Sabendo o principal conceito de networking fica muito mais fácil entender o significado de networking online. Esse novo termo veio ganhando espaço com o desenvolvimento das tecnologias e o começo da pandemia.

A partir dele é possível abrir novas portas para o seu futuro profissional, assim como pode auxiliar a perder a insegurança e a timidez . Através dele também é possível obter novas oportunidades no seu mercado de trabalho.

E quando falamos dessa prática no meio digital, nos referimos ao ato de montar a sua rede de contato nas plataformas digitais. Um grande exemplo é o LinkedIn, uma rede social voltada exclusivamente para o mundo corporativo.

Por conta do distanciamento social, a prática de networking virtual se tornou extremamente necessária e acessível para quem busca recolocação no mercado de trabalho ou apenas conhecer mais especialistas da área em que trabalha.

Essa nova prática trouxe mais facilidade para os dias de trabalhadores que valorizam as conexões e podemos dizer que as conversas no online se tornaram mais efetivas, produtivas e duradouras que as presenciais.

Se liga no podcast “Evnts Tá ON”!

6 Dicas de como fazer networking online

E agora você pode estar se perguntando se criar a sua rede de contatos online não é a mesma coisa que presencial, não é? Bom, existem algumas diferenças que podem ser significativas para que você obtenha sucesso fazendo isso. Conheça algumas dicas:

1 – Crie a sua presença digital

O primeiro passo é estruturar a sua presença digital, ou seja, crie seus perfis nas redes sociais caso ainda não os tenha. Você não precisa estar em todas, mas a escassez da presença nas redes também pode ser prejudicial.

Existe um leque de redes a serem escolhidas, as principais são LinkedIn, Instagram e Facebook. Depois que escolher quais você vai usar, basta começar a alavancar o seu perfil e destaque.

Aqui seria interessante destacar o LinkedIn como a principal rede social profissional. Lá é possível encontrar pessoas com interesses em comum, compartilhar experiências, ingressar em  grupos temáticos, fazer cursos, participar de eventos… Enfim, criar conexões.

Vale entender ainda se existem redes sociais segmentadas para o seu nicho de trabalho. Isso é especialmente importante quando falamos de segmentos em que o portfólio é primordial, como nas carreiras de design e audiovisual. Para estes profissionais, a recomendação é investir em plataformas como o Behance. 

2 – Troque experiências

Um dos milhares de benefícios do networking online é a possibilidade de conversar com qualquer pessoa do mundo, nos mais diversos níveis de experiência e habilidade.

Essa é uma facilidade proporcionada pela tecnologia que nos permite compartilhar diversas informações e ideias com as mais variadas pessoas. Esse compartilhamento faz com que você se torne útil e visto pelos seus contatos.

Vale criar e disponibilizar artigos, pesquisas relevantes para o seu campo de trabalho, reflexões e conteúdos relevantes para a sua rede – sejam eles de sua autoria ou não. Assim, você aumenta sua visibilidade e desenvolve uma relação com os seus contatos, que passam a te ver como uma autoridade naquele tema

3 – Mantenha-se ativo nas redes sociais

A famosa frase “quem não é visto, não é lembrado”, se aplica muito bem aqui. Não adianta criar uma conta na rede social se você não investir na sua  presença digital. As pessoas não irão fazer conexões com contas paradas.

Abuse do poder das mídias sociais e o alcance que elas podem oferecer ao seu perfil para começar a montar a sua rede de contatos. Deixe o seu perfil o mais profissional possível, com uma foto clara e informações sobre a sua carreira. Seus perfis sociais – especialmente no LinkedIn – têm mais importância do que o seu currículo tradicional. Eles são seus verdadeiros cartões de visita. 

O conhecimento que temos é algo extremamente importante e valorizado no mercado e para que possa manter o relacionamento com os seus contatos é importante se manter atualizado e bem informado sobre o seu segmento de atuação.

Compartilhe notícias do seu segmento, participe de discussões, faça comentários e realmente se conecte com os profissionais do seu meio. Como dito anteriormente, as redes sociais são poderosas, mas alavancá-las para potencializar o seu networking, é seu papel.

4 – Crie uma rede baseada em qualidade e não em quantidade

É comum que as pessoas pensem que quanto mais melhor, mas isso definitivamente não pode refletir no seu processo de networking.

O número de conexões que você faz no LinkedIn, ou o número de amigos que tem no Facebook, não vale nada quando comparado a qualidade dos contatos que podemos ter adicionados. Ter mais um contato ou seguidor não é certeza de construir bons relacionamentos com as pessoas certas. 

Antes de sair adicionando várias pessoas, se pergunte se ela realmente fará a diferença na sua rede e se vocês poderiam estabelecer uma relação profissional. 

É importante levar em conta se o indivíduo se interessa pelo seu trabalho ou pode ter experiências que enriqueçam a sua carreira. Outro ponto importante é que esses contatos devem ser cultivados, então, deve ser um profissional que você realmente queira manter uma conexão.

5 – Leve a relação para o mundo real

Sabemos que geralmente as relações online permanecem nesse meio digital, mas quando estamos falando de conexões profissionais, seria muito interessante levar os seus contatos para o mundo real.

Isso ajuda a estreitar os laços e manter as conversas acontecendo. Além disso, é uma forma de expandir os relacionamentos criados online.

Assim como na relação física é necessário valorizar as relações virtuais, então parabenize seus contatos por suas conquistas, seja mais um aniversário, uma promoção ou mudança de emprego. Num mundo cada vez mais corrido, as pessoas ficarão felizes de saber que você lembrou delas

Promova um evento online ou híbrido entre grupos e profissionais com interesse em comum. Dessa forma todos podem começar a promover o seu networking e aprofundar as relações criadas através de conversas online.

A plataforma Evnts, possui diversas funcionalidades que permitem transformar um evento em algo divertido, descontraído e produtivo para todos os profissionais participantes.

6 – Use todas as plataformas a seu favor

Hoje em dia temos milhares de plataformas online e redes sociais que podem ser usadas ao nosso favor para fazer networking. Elas podem ser um ótimo recurso para começar a sua rede de contatos que podem evoluir sempre.

E quando pensamos em todas as plataformas, estamos nos referindo a Clubhouse, LinkedIn, grupos do Facebook e até mesmo grupos no WhatsApp ou Telegram.

E lembre-se que apenas fazer amizades e conexões não basta. Você deve cativar, engajar e cultivar esses contatos para que se destaquem e gerem frutos no futuro. 

4 Erros ao fazer networking online

Mesmo que fazer networking virtual seja muito fácil, também é necessário cuidado e atenção para não cometer erros na internet. Existem algumas coisas que podem te afastar de ter uma boa rede de contatos.

1 – Não se manter atualizado

E quando falamos em atualização queremos dizer tudo. Desde um perfil nas redes sociais até os assuntos da sua área de atuação. Não fique para trás e fique de olho nas principais tendências.

2 – Manter contato apenas quando precisa

Um erro fatal no meio corporativo é o de só conversar e procurar algum profissional quando precisa de uma indicação, ajuda ou dica. O networking se baseia em construir e cultivar relacionamentos – no mínimo – genuínos.

Quando procuramos alguém apenas em momentos de necessidade, podemos causar uma má impressão, como a de um interesseiro. Então evite essa prática. Trazendo esse comportamento para o ambiente corporativo, tenha o hábito de se manter em contato com pessoas que te apoiaram quando esteve em busca de recolocação, por exemplo. 

3 – Ir despreparado para eventos de networking

Mas o que significa estar preparado para um evento? Significa que você fez uma pesquisa prévia sobre o assunto e sobre os profissionais que irão comparecer. Essa preparação te ajuda a estabelecer objetivos claros da sua presença no evento e evita que você apenas distribua cartões de visita com conversas desinteressantes.

No ambiente online, estar preparado significa fazer interações no chat, enviar perguntas durante a live e responder a pesquisa de satisfação. 

4 – Esquecer de pegar os contatos

Às vezes na afobação de fazer um novo networking, você pode esquecer de pegar o contato de um profissional com quem teve uma conversa super dinâmica e bacana. Esse deslize pode colocar todo o relacionamento a perder, então, lembre-se sempre de pegar e-mail, LinkedIn e telefone. E ainda mais importante do que isso:  mantenha o contato!

Como fazer networking em um evento online?

Em um evento online, as coisas não vão acontecer ao acaso. Então, antes da hora chegar, estabeleça um objetivo de contatos:  se planeje para isso. E esse planejamento começa no momento da sua inscrição.

Você deve usar o seu e-mail corporativo (ou o mais profissional possível). Se for o caso, disponibilize seu site, perfil de portfólio e até mesmo telefone para troca de mensagens. Nem vamos dizer aqui que o seu WhatsApp e Telegram também são ferramentas de trabalho. Vale investir numa foto de perfil mais profissional também.

Neste momento, as suas redes sociais podem se tornar ótimas ferramentas. Nelas é possível confirmar convites ou avisar à sua rede que estará participando de determinado evento online.

Caso o evento permita interações e possibilite o uso de câmera aberta, se apresente de modo profissional, com trajes e cenários compatíveis ao ambiente corporativo – ainda que em home office. Nada de entrar no evento de pijama ou num ambiente incompatível com a prática laboral. 

Muitos eventos já possuem espaços pensados para o networking, por exemplo coffee breaks digitais e salas de matchmaking. Então, quando chegar este momento da programação, faça bom uso dele.

Durante as conversas, levante assuntos relevantes e tente discutir interesses em comum. Faça perguntas, compartilhe histórias e provoque discussões saudáveis. Participar ativamente também é algo que pode te destacar diante diversos profissionais.

E ao final do evento, não se esqueça de pegar o contato de quem você conversou e trocou ideias. Como dito anteriormente, o networking é uma prática que se cultiva, então é importante manter o contato sempre.

Uma dica para o pós-evento: publicar seu certificado nas redes sociais fazendo menção aos organizadores, palestrantes e colegas de networking. 

Passo a passo para fazer um evento híbrido

Os eventos virtuais começam muito antes de se apertar o botão de  play e dos participantes chegarem. O planejamento é a base para que tudo funcione da melhor forma possível.

Pode-se dizer que existem pelo menos quatro etapas de planejamento de um evento híbrido: pré-evento, montagem do espaço físico, as ações de marketing e o pós-evento.

Para conhecer cada etapa com mais profundidade, você pode baixar o nosso checklist de eventos híbridos gratuitamente e passar a fazer eventos incríveis.

Com esse guia, crie o melhor evento possível para você e a sua audiência, e garanta que eles possuam espaço para fazer networking e se aprimorar profissionalmente. 

E se você, profissional de eventos, quer fazer networking, junte-se à Comunidade Backstage. Lá estão reunidos os melhores produtores e gestores de eventos, além dos colegas da hotelaria corporativa. Venha se conectar com a gente! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *