Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Praesent consectetur, quam non feugiat tempor, magna turpis finibus nisi, et consectetur urna neque sed dolor. Etiam feugiat, leo ut vulputate vehicula.

Uma aventura pela América do Sul. Parte 01

Em dias de dólar alto, escolher destinos em que sua moeda é mais valorizada, ajuda nos custos de uma viagem. Uma aventura pelo nosso continente pode ser surpreendente e mais barata do que se imagina. Hoje começa uma série de dez artigos para quem tem vontade de fazer o continente sul-americano de carro e não sabe por onde começar.

Como em artigos anteriores, nossa recomendação de realizar um bom planejamento vai ser enfatizada ainda mais para essa viagem. As chances de acontecerem certos imprevistos são grandes e ter um plano detalhado é muito importante.

Antes de tudo certifique-se que você tenha um carro apropriado, não precisa ser aquele trailer ultramoderno nem um jipe casca grossa. O ideal é ter um carro 4×4 com motor a gasolina. Muitos jipes e caminhonetes são a diesel, não tem problema, eles vão te levar do mesmo jeito, porém nos países vizinhos o preço do diesel é mais caro ao contrário da gasolina que é bem mais barata.

O carro vai ser sua casa e sua segurança nos dias de viagem. Tenha o máximo de atenção nos preparativos: faça uma boa revisão, confira principalmente os freios, os pneus e estepe, estado do motor e parte elétrica. Adquira um galão externo para ter combustível reserva, em muitos trajetos os postos são bem distantes. Confira se o macaco está em boas condições, leve um kit de ferramentas e tenha dois triângulos (a lei de trânsito da Argentina exige que o carro possua dois triângulos).

Não é tão simples transitar com um carro em diferentes países, atente para a documentação específica que cada um exige.

Para a nossa aventura o primeiro documento é a carteira de motorista internacional ou PID (Permissão Internacional para Dirigir). Este documento só é válido acompanhado da CNH original e sua retirada varia em cada estado. Entre no site do DETRAN do seu estado e confira as exigências.

Um acordo entre países do Mercosul estipulou um seguro obrigatório para automóveis contra danos a terceiros, a Carta Verde. Tenha este documento pois ele será exigido toda vez que você cruzar à aduana ou for parado em alguma blitz internacional. No Brasil algumas seguradoras como a Porto Seguro e a Liberty fazem esse tipo de serviço.

Claro que a documentação exigida para transitar com veículos em solo internacional varia de país para país, esses listados aqui abrangem a maioria dos países da América Latina. Tenha eles sempre em mãos pois o seu veículo poderá ser parado muitas vezes pelas autoridades, a placa de outros países sempre chama mais atenção.

Mesmo que só precisemos do RG para transitarmos nos países do Mercosul, o Passaporte é o documento mais confiável para essas viagens, veja se ele está no prazo de validade.

Nosso último documento e não menos importante é o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia. É um documento emitido pela Anvisa que segue o Regulamento Sanitário Internacional, com ele você certifica sua vacinação para determinadas doenças, neste caso, solicite para Febre Amarela. Sua retirada é feita nos postos da Anvisa geralmente instaladas nos aeroportos, leve sua carteira de vacinação atualizada e solicite este certificado.

Começamos a planejar nossa aventura, conferimos o carro e preparamos a documentação. A próxima etapa é definirmos o itinerário e suas rotas. Acompanhe nosso blog para saber todas as dicas para uma viagem de carro segura pela América do Sul. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *